Total de visualizações de página

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Desesperança...

Segunda-feira, 28 de Abril de 2008
Desesperança...

… é este o sentimento.

Ando há uma semana para escrever este post mas tem sido difícil… está a ser difícil. Por isso peço desculpa se for difícil entender.

Como já vos tinha dito, a minha testosterona está elevada. O aconselhamento médico da API disse que os androgénios interferem com a ovulação e que poderia estar aqui a causa da infertilidade, mas que deveria ser estudado para verificar se a origem é ovárica ou das supra-renais. E aconselhou-me a procurar ajuda. No HSM desvalorizaram a questão e nem sequer olharam para as análises.

A incerteza de que algo aqui não batia certo, levou-me a procurar outra opinião. Marquei uma consulta para a IVI com o Dr. Sérgio Soares.

Na passada segunda-feira eu e o moço lá fomos até à Expo. As instalações são excelentes, o atendimento fantástico.

Á hora marcada o Dr. Sérgio chamou-nos. Pediu desculpa por tanta pergunta, mas explicou que precisava de saber tudo. A sua calma contagiou-me e lá fomos respondendo a todas as questões. Eu levava apenas as análises comigo pois tudo o resto está no meu processo no HSM. Relatei tudo o que sabia desses resultados. Mostrei-lhe as análises e ele parou no valor testosterona e explicou que é um valor a ter em conta, até porque um valor muito elevado (acho que 100 vezes mais o valor limite) pode indicar a existência de tumor. Eu tenho duas vezes mais que o valor limite e como também fiz os marcadores tumorais esta hipótese ficou descartada. Contudo o Dr quer saber de onde vem este valor e lá me mandou fazer mais exames.

Fez-me a observação ginecológica e eco e chamou o moço para assistir (o que eu gostei muito, pois acho importante que eles estejam a par de tudo o que é dito). Começou por dizer que estando eu no 21º dia do ciclo, poderia garantir que eu não tinha ovulado pois o endométrio tinha aspecto de 3º ou 4º dia. Depois calmamente, foi dizendo que o meu aparelho reprodutor já não era de uma menina de 25 anos (o.k. eu tenho 34). Lá foi mostrando e explicando tudo. Chegou aos ovários. Começou pelo direito e disse-me que ele já não estava a funcionar nada bem (baixa reseva de óvulos). Depois foi ao esquerdo e disse que aquele ainda tinha uma boa reserva de óvulos. Passou um cateter pelo meu útero e houve passagem. Encontrou ainda um pequeno mioma.

Vesti-me, pesaram-me e lá fui ouvir o Dr. Pois a solução é mesmo FIV. Explicou-me todo o processo, e mandou-me tomar ácido fólico.

Adorei a clínica, desde as instalações ao pessoal. Disseram-me que poderia trazer credencias para fazer lá as análises ou então fazer num laboratório à minha escolha. Gostei muito do Dr. Sérgio: calmo e atencioso.

Já fiz os exames que me pediu e agora estou a aguardar os resultados.

Saí da clínica muito em baixo: o meu aparelho reprodutor já está a envelhecer.

Vim revoltada: porque é que no HSM não ligaram nenhuma ao valor da testosterona? Só porque não foram eles a pedir as analises?

Tenho FIV para Agosto no HSM. Ou posso fazê-la já no IVI, mas o factor €€€…

No Sábado o Red deu à costa num ciclo de 25 dias.

As lágrimas caem pelo rosto da minha mãe ao ver-me assim. O moço ou não está nem aí, ou ainda não percebeu a gravidade da situação.

Eu sinto-me em baixo, triste, desiludida, revoltada, vazia e só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário